quinta-feira, 22 de outubro de 2009

PREGAÇÃO PARA GOC

TEMA: São José
RESPONSÁVEL: Daniela Pereira Lopes

REFLEXÃO PARA OS COORDENADORES DO ENCONTRO: São José é um modelo de figura paterna que devemos levar para nossas famílias. Ele adotou Jesus, honrou sua mãe Maria e a ajudou a ensinar Jesus para que Ele crescesse em estatura, graça e sabedoria. Vamos conhecer um pouco mais deste homem.
José é um personagem célebre do Novo Testamento bíblico, marido da mãe de Jesus Cristo. Segundo a tradição cristã, nasceu em Belém da Judéia, no século I a.C., era pertencente à tribo de Judá e descendente do rei Davi de Israel. No catolicismo, ele é considerado um santo e chamado de São José.
Segundo a tradição, José foi designado por Deus para se casar com a jovem Maria, mãe de Jesus, que era uma das consagradas do Templo de Jerusalém, e passou a morar com ela e sua família em Nazaré, uma localidade da Galiléia. Segundo a Bíblia, era carpinteiro de profissão, ofício que teria ensinado seu filho.
O Evangelho de Lucas atesta que o imperador Augusto ordenou um recenseamento em todo o Império Romano, que na época incluía toda a região, e a jovem Maria e seu esposo José se dirigiram a Belém, por ser esta a terra de seu esposo. Nessa época, reinava na Judéia Herodes, o Grande, monarca manipulado pelos romanos, célebre pela crueldade.
José quando encontrou Maria grávida "sem antes terem coabitado", "sendo justo e não a querendo infamar, resolveu deixá-la secretamente", quando na época a lei bíblica vigente (Deuteronômio 22) prescrevia a lapidação (morte por pedradas) das adúlteras. Eis que, então, enquanto José dormia, apareceu-lhe, em sonho, um anjo que pede-lhe que não tema em receber Maria como sua esposa, "pois o que nela foi gerado é do Espírito Santo", passagem normalmente interpretada pelos cristãos como uma concepção sem necessidade de uma participação masculina e, desde que se a suponha também virgem, de uma concepção virginal. Sendo assim, o Evangelho não deixa dúvidas de que não é "pela carne" que Jesus herda os títulos messiânicos de "filho de Davi" e "filho de Abraão" com o que Mateus abre o Novo Testamento.
O lugar que José ocupa no Novo Testamento é discreto: está totalmente em função de Cristo e não por si mesmo. José é um homem silencioso, e pouco aparece na Bíblia. Não se sabe a data aproximada de sua morte, mas ela é presumida como anterior ao início da vida pública de Jesus. Quando este tinha doze anos, de acordo com o Evangelho de Lucas (cap. 2), José ainda era vivo, sendo que em todos os anos a família ia anualmente a Jerusalém para a festa da Páscoa. São José é um dos santos mais populares da Igreja Católica, tendo sido proclamado "protetor da Igreja católica romana"; por seu ofício, "padroeiro dos trabalhadores" e, pela fidelidade a sua esposa, como "padroeiro das famílias", sendo também padroeiro de muitas igrejas e lugares do mundo.

ACOLHIDA E ORAÇÃO INICIAL: Receba as crianças com alegria. Reze o terço do coroinha e vá lembrando do nascimento de Jesus, lembre que ele era criança, que corria e brincava. Vá falando quem será que cuidava de Jesus?
EFUSÃO:.Com força e ânimo clame um novo batismo. Peça que o Espírito santo venha ungir a cada criança e a cada família. Peça que cada criança convide o Espírito Santo para visitar seus pais, transformar suas casas enchendo-as de amor e carinho.
PREGAÇÃO: Hoje a pregação começara contando com a participação das crianças. Cada uma delas receberá uma folha e lápis e deverão desenhar seu pai desempenhando sua profissão. Em círculo deixe que eles apresentem seus pais. Depois comece falando de Jesus. (Leve uma imagem de Jesus e uma de José e vá mostrando a elas enquanto conta a história de São José). Deus Pai de amor quando enviou Jesus ao mundo escolheu que ele nascesse em uma família. Deu então a Ele uma mãe, Maria e um pai José. José nasceu em Belém da Judéia, no século I a.C., era pertencente à tribo de Judá e descendente do rei Davi de Israel. José era carpinteiro, ele montava móveis com madeira. Sua vida foi totalmente em função de Cristo e não por si mesmo. José é um homem silencioso, e pouco aparece na Bíblia. Não se sabe a data aproximada de sua morte, mas ela é presumida como anterior ao início da vida pública de Jesus. Quando este tinha doze anos, de acordo com o Evangelho de Lucas (cap. 2), José ainda era vivo, sendo que em todos os anos a família ia anualmente a Jerusalém para a festa da Páscoa. São José é um dos santos mais populares da Igreja Católica, tendo sido proclamado "protetor da Igreja católica romana"; por seu ofício, "padroeiro dos trabalhadores" e, pela fidelidade a sua esposa, como "padroeiro das famílias", sendo também padroeiro de muitas igrejas e lugares do mundo.
ATIVIDADE SUGERIDA:
Montar um quadro com a imagem de São José. Leve figuras de São José e um suporte para servir de base (papel duro, azulejo, disco de vinil ou CD velho). Cole a imagem no centro e com tinta e esponja vá pintando em volta da imagem. Ao final faça acabamentos com tinta dourada relevo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

DEIXE AQUI SEU RECADINHO

Postar um comentário