segunda-feira, 5 de outubro de 2009

Sugestão de Teatro sobre a Confissão


Queridos Catequistas, sabemos que está próximo o dia da 1ª Comunhão / Eucaristia dos meninos da 3ª fase. Que tal na preparação apresentar para essas crianças um teatrinho que explique a importância de se confessar??? Aqui segue em exemplo que o Tio Renatinho criou com muito carinho e amor para que pudéssemos usar. Nós apresentamos sábado dia 3/10 na Comunidade São Paulo, foi um sucesso, chuvas de bênçãos caíram sobre o encontro da 3ª fase.

Encontro da 3º Etapa

Sugestão de Teatro sobre a Confissão

Renato Queiroz Saraiva

Renato (com medo): Ai meu Deus... por que eu tenho que confessar? Eu estou com tanto medo! Nem sei como faço para confessar... Acho que vou dar no pé antes que apareçam as meninas e o Padre.

[Entram a Roberta e a Laiz]

Roberta e Laiz: Olá Renatinho!

Renato: Ai meu Deus, tô enrolado!

Roberta: Onde você vai Renatinho?

Renato: Eu ia ali, ver os passarinhos, tomar um vento...

Laiz: Mas Renatinho, não é hora de fazer isso. Agora é hora de confessar!

[Entra a Sandra]

Sandra: Alguém falou em confessar? Eu já estou pronta pra confessar os meus pecados.

Renato: Ninguém falou em confessar. Acho que você está ouvindo coisas...

Roberta: Falou sim Renatinho. Nós falamos em confessar.

Renato: Não falamos não.

Laiz: Falamos sim.

Renato: Não falamos não.

Roberta e Laiz: Falamos sim.

Laiz: É impressão minha Renatinho, ou você está com medo de confessar?

Renato: Eu não vou mentir. (Desesperado) Eu estou morrendo de medo. Como que eu vou contar tudo o que eu fiz de errado para o Padre? Ele vai ficar nervosão comigo...

Sandra: Calma Renatinho. Não precisa ficar com medo de confessar. A confissão é uma conversa com o Padre. É um bate papo onde você vai falar para ele o que você fez de errado e ele não vai ficar nervoso.

Renato: Se é só um bate papo, eu não posso falar pelo MSN?

Roberta: Não dá Renatinho. Tem que ser pessoalmente.

Renato: Tá bom então, mas o que eu tenho que fazer? É só chegar lá e falar tudo?

Laiz: Não Renatinho, nós vamos ajudar você com sua confissão. O Sacramento da Confissão, é o sacramento da reconciliação. Quando você confessa, você está fazendo as pazes com o Papai do Céu.

Roberta: Quando você confessa, uma borracha é passada nos seus pecados que você confessou.

Sandra: Mas, para que você faça uma boa confissão, existem cinco passos para serem seguidos.

Renato: Então me diga quais são, porque eu estou por fora desse negócio.

Laiz: O primeiro passo Renatinho, é você fazer um exame de consciência e reconhecer os seus erros, as suas faltas e seus pecados.

Renato: Isso é fácil. Eu puxei o rabo do gato, menti pra minha mãe, briguei na escola, desobedeci meu pai, falei palavrão...

Sandra: Nããão Renatinho, não precisa falar pra ninguém. Você vai só pensar agora.

Renato: Peraí que eu estou pensando. Hummm (...) Pronto, acabei.

Roberta: Depois que você se lembrar de todos os seus pecados, você vai para o segundo passo. Você precisa se arrepender e pedir perdão a Deus e aos nossos irmãos por todos os pecados que lembramos e de todos os que esquecemos.

Renato: Tá bom. (ajoelha e começa a rezar baixinho) acabei.

Roberta: Faltou pedir perdão aos irmãozinhos.

Renato: Ai, que vergonha que eu tenho de pedir desculpa. Mas eu vou fazer, eu vou conseguir. Sandrinha, você me desculpa aquele dia que eu fui na sua casa e comi todo o bolo de chocolate sem te pedir e nem dividir com ninguém.

Sandra (com cara de nervosa): Então foi você que comeu o bolo?

Renato (chorando): Me desculpa, eu não resisti.

Sandra: Tá bom Renatinho, eu te perdoo.

Renato: Obrigado. Eu também tenho que pedir desculpa pra Lalá do dia que eu puxei o cabelo dela lá na catequese.

Laiz: Eu te perdoo Renatinho afinal, eu também te dei um chute aquele dia. Você me perdoa?

Renato: Perdoo sim.

Sandra: Vamos então para o terceiro passo, que é a confissão. Na confissão, nós vamos falar com o sacerdote, que é o representante de Deus, sobre os nossos pecados e nosso esforço de reconciliação sincera.

Renato: Ai meu Deus, é o que eu tenho mais medo. Mas, eu vou conseguir. Quando for a minha vez de confessar, eu vou contar para o padre tudo o que eu fiz de errado.

Roberta: É isso aí Renatinho. Depois que você confessar, nós vamos para o quarto passo, que é a absolvição. Depois de nos orientar sobre tudo o que fizemos, o sacerdote nos absolve garantindo que Deus e a Igreja nos dão o perdão e a reconciliação.

Laiz: Depois disso, vem o quinto passo, que é a Penitência. Quando você acabar de confessar, e o padre te concede a absolvição, você vai assumir o compromisso de melhorar a sua vida cristã, numa oração fervorosa ou numa boa ação.

Renato: O que mais eu tenho que fazer?

Sandra: Mais nada. Agora, você só tem que tomar bastante cuidado para não pecar mais mas, se por um acaso isso acontecer, é só você se lembrar desses passos e seguí-los.

Renato: Pensando bem, confessar não é tão difícil assim.

Roberta: Confessar é muito bom.

Laiz: O pessoal, é bom a gente sentar ali e esperar chegar a nossa vez.

Renato: Então vamos, que o Padre vai começar a chamar.

[Saem todos e sentam num cantinho]

2 comentários:

  1. Este teatro é uma verdadeira benção de Deus parabens e que nosso Senhor os Abençõe sempre!paz e bem!!!

    ResponderExcluir

DEIXE AQUI SEU RECADINHO