segunda-feira, 16 de setembro de 2013

Tema 6: Senhorio de Jesus

Reflexão para os Evangelizadores
Reconhecer que Jesus é o Senhor nos aproxima de nossa meta principal, a de estarmos próximos a Deus.  É como em uma competição onde teremos que percorrer um longo trajeto até chegar no ponto máximo – no trajeto teremos muitos obstáculos, bem como poderemos ter muita colaboração, o mais importante é sabermos para onde vamos, onde terminamos nossa competição e por onde deveremos passar. Não podemos passar por caminhos que nos coloca em risco, mas temos que escolher o caminho que nos levará em segurança ao colo do Pai, neste caminho está Jesus. Em nossa caminhada muitos serão os fatos que nos deixarão confusos, questionadores, a respeito de quem somos e para onde verdadeiramente queremos ir, mas o mais importante é podermos contar com a ajuda de Jesus, Ele nos ensinará caminhos mais seguros, terrenos firmes que poderemos pisar e seu único objetivo é nos levar a Deus. Jesus quer nos conduzir até Deus e para isso teremos que contar com seus conselhos. Jesus é o Senhor porque mesmo sendo filho de Deus se fez homem como nós e aceitou a vontade de Deus em sua vida. Quantos de nós temos dificuldades em aceitar Jesus como o Senhor de nossa casa, de nosso trabalho, de nossa vida... Jesus aceitou os planos de Deus e fez tudo conforme Sua vontade. Jesus por obediência ao Pai (Fil 2, 5-11) se deixa ser humilhado e segue com os planos de Deus para que fôssemos salvos. Não podemos perder nosso foco, assim como Jesus não o perdeu. Estar com Deus e ser obediente as Suas vontades nos tornará pessoas melhores e capazes de compreender o que precisamos fazer para cumprirmos a vontade de Deus para conosco. Reconheça que Jesus é o caminho que o levará ao Pai, reconheça que Ele é o rei, reconheça que Jesus é capaz de te conduzir ao céu. Quando você conseguir colocar Jesus como o Rei da sua vida, você também conseguirá ensinar a muitas crianças sobre este Rei. Assim começamos a cumprir o que Deus quer de nós enquanto evangelizadores de crianças – partindo para a AÇÂO... É isso mesmo, não basta rezarmos e não cumprirmos nossa missão evangelizadora, é preciso ir onde as crianças estão, por isso mãos a obra!!
ACOLHIDA
Receba as crianças com alegria e se possível cante a música:
O Senhor  é Rei
Está no céu, está no mar, na extensão do infinito
Está no céu, está no mar, na extensão do infinito
O senhor é rei
O senhor é meu pastor e rei
O senhor é rei
O senhor é meu pastor e rei
O senhor está no céu
O senhor está no mar
O senhor está na extensão do infinito
O senhor está no céu
O senhor está no mar
O senhor está na extensão do infinito
Está no céu, está no mar, na extensão do infinito
Está no céu, está no mar, na extensão do infinito
O senhor é rei
O senhor é meu pastor e rei
O senhor é rei
O senhor é meu pastor e rei
O senhor está no céu
O senhor está no mar
O senhor está na extensão do infinito
O senhor está no céu
O senhor está no mar
O senhor está na extensão do infinito
Está no céu, está no mar, na extensão do infinito
Está no céu, está no mar, na extensão do infinito
Quando eu vacilar, eu não temerei
Pois o senhor está comigo
Quando eu vacilar, eu não temerei
Pois o senhor está comigo
O senhor está no céu
O senhor está no mar
O senhor está na extensão do infinito
O senhor está no céu
O senhor está no mar
O senhor está na extensão do infinito
Está no céu, está no mar, na extensão do infinito
Está no céu, está no mar, na extensão do infinito

SUGESTÃO PARA PREGAÇÃO
Vamos precisar montar um cenário contendo o lugar onde o menino Jesus nasceu. Use sua criatividade, aproveite este momento de preparação da pregação para se interar com a história que será contada. Precisamos sentir que estaremos naquele lugar no momento que formos contar a hisória. Deixe preparado um bebê (uma boneca)enrolado em um tecido simples para os momentos seguintes. Você poderá forrar o chão com um tecido e coloque uns animais ao redor, jogue cerragem para forrar o chao… Pense naqueles que presenciaram o nascimento, coloque também uma imagem de José e Maria, enfim prepare tudo para o momento da história. A medida que as crianças forem chegando ao grupinho permita que elas observem tudo. Mas não digam o que vai acontecer. Depois da acolhida, de cantar com as crianças, leve-as até o lugar que está preparado para a pregação.
Crianças, vejam este lugar vocês sabem que lugar é este? Sim, este é o lugar onde Jesus nasceu. Vamos olhar com mais atenção tudo aqui? Nossa, não tem uma torneira aqui… Vocês já dormiram em um lugar que não tinha chuveiro? Como seria? Nossa, aqui também não tinha energia elétrica… Naquele tempo não tinha… Já ficaram sem energia? Sem chuveiro, computador, tv, geladeira… (nossa intenção é fazer com que as crianças percebam a simplicidade do lugar onde Jesus nasceu, vá questionando toda a “estrutura” que receberia o menino Jesus em seu nascimento, até chegar o momento de Seu nascimento ). Onde você nasceu? Em um hospital? Pois é foi aqui neste lugar simples que nasceu o filho de DEUS. Aquele que por obra do Espírito Santo habitou na barriga de Maria e que ao nascer seu primeiro contato com o mundo foi na simplicidade. Dali em diante sua vida não mudou muito, Ele seguiu com seus pais uma vida de pessoa humilde.
Apesar de ser o filho de Deus, Ele não teve as melhores roupas, nem morou na melhor casa. Viveu uma vida simples. Teve também uma infância simples, como a de muitas crianças. Brincou na terra, subiu em árvores e com 12 anos durante uma peregrinação que Jesus fazia com José e Maria, como era de costume naquela época (lucas 2, 41-52) e após caminhar quase um dia inteiro Maria procurou pelo filho e ao perceber que Ele não estava com seus amigos Ela retornou o caminho e 3 dias depois encontrou o menino no meio dos doutores da lei, e eles estavam admirados com sua sabedoria, afinal tudo que eles o perguntava Ele os respondia.
Ali, o menino Jesus começou a assumir seu papel de Filho de Deus. E em sua vida aqui na terra tudo que Ele fez foi ensinar sobre o que agrada a Deus e por isso quero convidá-la criança a perceber que um Rei não precisa viver em um belo castelo, nem mesmo ser financeiramente rico. O verdadeiro Rei é aquele que na simplicidade olha para as pessoas em igualdade. No momento em que o menino Jesus se encontra com aqueles homens importantes Ele mostra que uma simples criança, que possui o coração puro e que está aberto ao chamado de Deus pode sim ensinar a todos que estão ao seu redor. Nós precisamos ter um coração puro para tratarmos as pessoas de nosso convivio principalmente como o menino Jesus trataria. Precisamos estar atentos a como Jesus pensa para assim também pensarmos. Jesus é o Senhor de nossas vidas e Ele deve ser nosso maior conselheiro. Coloque então a mão no seu coração e repita comigo: Menino Jesus, torne meu coração semelhante ao seu! Jesus, você é o meu Senhor!!!
Sugestão para montagem do presépio:




SUGESTÃO PARA O LOUVOR
Com o menino Jesus no colo passe-o de mão em mão para que as crianças louvem com o Menino no colo.
SUGESTÃO PARA ATIVIDADE
Vamos fazer o menino Jesus em garrafa pet, esta é uma sugestão da Tia Nilza, coordenadora Estadual do Ministério para Crianças (MG).
Vamos precisar de:
·         Garrafa pet com a tampa
·         Tecido ou não tecido nas cores vermelho e branco
·         Cola gliter
·         Eva nas cores: pele, azul, marrom e amarelo
·         Cola quente ou de contato












Nenhum comentário:

Postar um comentário

DEIXE AQUI SEU RECADINHO